sábado, 16 de julho de 2011

Amando a Deus Além do entendimento, com todas as forças, com a alma e de todo o coração.

Texto base: Lucas 10:27- Amarás o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a sua alma, de todas as tuas forças e de todo o teu entendimento.

No contexto desta passagem encontramos Jesus enviando setenta homens para uma missão com o propósito de curar os enfermos e anunciar que o Reino de Deus está próximo. Nesta missão Jesus começa ensinando alguns princípios como:

* Quando Chegar em uma casa dizei: A Paz seja nesta casa!
* Digno é o trabalhador do seu salário.

Quando os setenta regressaram eles voltam cheios de alegria por alguns motivos:

* Os demônios se submetiam a eles pelo nome de Jesus
* E os enfermos eram curados

Mas Jesus ensina com o que verdadeiramente eles deveriam se alegrar:

* De ter os seus nomes registrados no céu

Após a conversa com os setenta Jesus se depara com o samaritano um homem que era intérprete da lei, com o intuito de colocá-lo a prova lhe pergunta: Mestre que farei para herdar a vida eterna? Então Jesus com muita sabedoria responde a sua pergunta com outra pergunta: O que está escrito na lei? Como interpretas?
E o homem então responde: Amarás o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma, de todas as suas forças e de todo o teu entendimento;

O que me chama a atenção neste verso sagrado é que o texto faz alusão a amar a Deus de quatro formas distintas; com entendimento, com as forças, com a alma e com o coração e entendo que isto não é por acaso, mas é necessário que o amor a Deus passe por todas essas quatro fases para alcancemos a vida eterna.

Entendimento: É necessário enterder? Sim. Mas existe momentos na vida cristã que as coisas não fazem muito sentido é verdade, e que o amor somente baseado no entendimento não basta porque mesmo quando não entendemos devemos amar porque Deus sabe o que faz.


Forças: É necessário usar e dedicar as nossas forças a Deus, mas também é verdade que as nossas forças se esvaem com o tempo e mesmo quando as forças se acabam o amor a Deus permanece.

Alma: É parte do ser humano que existe além da matéria, além dos cinco sentidos, porque o amor a Deus deve ser além da matéria, além do que é natural e comum.

Coração: O coração é a sede dos sentimentos do homem é por ele que passa todos os sentidos, devemos amar a Deus em todos os sentidos.

Devemos amar a Deus em qualquer circunstância, sobre qualquer advercidade porque o amor a Deus nos leva a obediência e a obediência a Deus nos leva a felicidade!
Que você seja muito feliz na presença de Deus. 


terça-feira, 12 de julho de 2011

Aprendendo com a escolha de Ló

Texto base: Gn 13.11- Então Ló escolheu para si toda a campina do Jordão, e partiu Ló para o oriente, e apartaram-se um do outro.

Escolhendo Sodoma

Abraão e seu sobrinho Ló prosperaram e a terra em que viviam tornou-se conflituosa. "Os pastores de Ló contendiam com os de Abraão"(Gn13:7). Ló escolhe ir para Sodoma, um lugar aparentemente tranquilo, "parecia o Éden". Ló pensou: "Vou me dar bem". Não hesitou na escolha. Fitou bem os olhos em toda Campina do Jordão e a desejou. "Sombra e água fresca", era a promessa de Sodoma para o coração ilusório de Ló.
Ao seguir para a Campina do Jordão Ló dera as costas à Terra Prometida. Ele ultrapassou a fronteira da abençoada terra . Ló, virou as costas para Deus. Poderia ter feito como Rute na hora de escolher entre partir e ficar com a sogra Noemi:
"Não me instes para que te abandone, e deixe de seguir-te; porque onde quer que te fores irei eu, e onde quer que pousares, ali pousarei eu; o teu povo é o meu povo, o teu Deus o meu Deus; onde quer que morreres morrerei eu, e ali serei sepultada. Faça-me assim o Senhor, e outro tanto, se outra coisa que não seja a morte me separar de ti". Rt 1:16,17.A ambição de Ló destruiu sua família. A esposa virou estátua de sal, aprisionada aos desejos profanos de Sodoma e Gomorra. Suas filhas o embebedaram, tendo relações com ele. Ló não foi um homem feliz. Era justo, mas viveu sufocado e cansado pela maldade alheia (IIPedro 2:7)A responsabilidade do pecado não é individual ? Sim. Pergunto: Teria sido diferente a vida de Ló se escolhesse seguir com Abraão? Após a separação, muitas coisas boas aconteceram a Abraão. Ló não as compartilhou. Vejamos:
Abraão e Ló separam-se:

Ló: 
  • É levado cativo;
  • Dois anjos aparecem a ele anunciando destruição;
  • Sua família é destruída;
  • Ló tem herdeiros para a perdição.
Abraão:
  • Deus fala com ele e lhe promete um filho;
  • Três anjos aparecem e abençoa-o;
  • Nascem Ismael e Isaac, a família é aumentada;
  • Abraão tem herdeiros para posses eternas, frutos da aliança com Deus.
Escolhendo ZoarAo fugir da destruição de Sodoma, Deus aponta um caminho: " Ló, para o monte" (Gn 19:17). Ele se recusa: "Não Senhor, quero ir para aquela pequena cidade, deixa-me ir".  Ló escolhera a extensa Campina do Jordão. Agora, estava inseguro, amedrontado, incrédulo. Mesmo Deus lhe oferecendo largura, ele quis a pequenez. É como se ele dissesse: "Não Senhor, já não tenho grandes pretensões, quero apenas sossego".
"Saiu o sol sobre a terra quando Ló entrou em Zoar".(Gn 19:23)
Sodoma estava sendo esquecida com o nascimento de um novo dia: Novas esperanças, nova vida. Contudo, Ló viveu medíocremente em Zoar.
Antes de escolher Sodoma, a terra não comportara seus bens que competiam com os de Abraão. De Zoar, para o monte. Foi habitar em uma caverna com as duas filhas. (Gn 19:30). A apertada caverna comportara tudo que tinha. E todo o povo que seguira com Ló? Seus criados, seu gado, suas tendas? Provavelmente foi tudo destruído juntamente com Sodoma e Gomorra.
Os descendentes de Abraão não poderiam ser contados: Seriam como as estrelas do céu, a areia do mar, para o norte, sul, leste, oeste. Os de Ló, quantos seriam?


Escolhendo Deus
É possível acertar sempre nas escolhas? não. O mesmo Abraão que acerta, erra ao escolher ter um filho com Agar. A diferença é que Ló não só errava como se recusava a acertar. Ele era incrédulo. incredulidade gera desobediência.
Escolhemos certo quando buscamos a vontade de Deus. Quando percebemos que erramos e retornamos. Abraão tinha tanta fé, tanta certeza de que Deus era com ele que ofereceu Isaac em sacrifício, porque cria que Deus não o deixaria morrer; o ressuscitaria. "Deus proverá", disse Abraão. Hb 11: 8,11 diz que mesmo sem saber para onde ia, Abraão obedeceu porque "esperava a cidade definitiva, o céu".

Conclusão:
O segredo para se fazer a escolha correta é ter comunhão com Deus. Quaisquer que sejam as adversidades de nossa vida não esqueçamos de que Deus se interessa em nos consolar, nos fortalecer. É preciso, busca-lo.
Ló, não tinha a mesma comunhão de Abraão. É tanto que Deus anuncia a destruição de Sodoma e Gomorra a Abraão primeiramente: "Ocultarei eu a Abraão o que faço"? Gn 18:17. A intercessão de Abraão salva Ló.
Por isso, " Conheçamos e prossigamos em conhecer o Senhor; a sua saída, como a alva é certa; e Ele a nós virá como a chuva, como a chuva serôdia, que rega a terra". Oséias 6:3.

sábado, 9 de julho de 2011

Está faltando pão na casa do pão!

Texto base: Rute 1:1-6; 22
Introdução
É impressionante como o essencial  ou aquilo que não pode faltar de vez em quando nos surpreende e falta! Você já imaginou um posto de gasolina sem gasolina, ou uma loja de materiais para construção sem cimento, ou carrinho que vende água de coco sem água de coco? É meu caro amigo  parece estranho, mas isto acontece com frequência.
Belém estava desta forma, a casa do pão sem pão, ou seja, a padaria de Belém estava sem pão, algo que era essencial, de grande prioridade!
Atualmente,  as nossas igrejas estão como Belém estava no tempo dos Juizes, a prioridade que é a presença de Deus foi perdida na igreja moderna. Estamos como padarias abertas, mas não temos pão. Muitas vezes parece que não estamos mesmo interessados ​​em ter pão. Nós só gostamos do bate-papo que se passa em volta dos fornos frios e prateleiras vazias. Na verdade, eu me pergunto, será que estamos mesmo interessados em saber se Ele está aqui ou não, e se Ele está aqui, o que Ele está fazendo? Ou estamos apenas preocupados demais varrendo as migalhas imaginárias das padarias sem pão?
Não sabemos até quando Ele está na cidade? Os fariseus estavam dentro do templo orando pela vinda do Messias, quando Ele cavalgava por seu templo em um burrinho. Eles perderam a hora da visitação. Nós podemos estar lá dentro, orando para que Ele venha enquanto Ele passa lá fora. Pior que isso, os de dentro perdem o momento da visitação, enquanto os de fora marcham com ele. 
I. Não há pão
· Belém significa "Casa do Pão".
·
A razão da família de Noemi deixar Belém para ir para Moabe é simples: não havia pão na casa do Pão. É simples porque as pessoas deixam as igrejas: não há pão. Temos de ter mais a oferecer do que o mundo tem.
· 
Noemi e sua família têm algo em comum com as pessoas que deixam ou evitam totalmente as nossas igrejas de hoje: elas deixaram aquele local e foram para outro lugar para encontrar pão.
· 
As pessoas estão migrando para bares, clubes e boates, aos milhões, em busca de pão. Eles estão tentando de tudo para saciar sua fome porque a Igreja tem falhado com eles. Eles olharam, ou sabe de alguém que olhou para a igreja só para descobrir que o armário espiritual estava vazio. Não havia presença na despensa. Apenas prateleiras vazias e os escritórios cheios de receitas de pão, mas os fornos eram frios e empoeirados.
· 
Nós fazemos falsa propaganda e até sensacionalismos as nossas afirmações que há pão em casa. Mas quando a fome vem, tudo o que podem fazer é recolher as migalhas do carpete de avivamentos passados e dos programas atuais, mas eles não encontram o maná fresco. Falamos muito sobre o que Ele fez no passado, mas podemos dizer muito pouco sobre o que Ele está fazendo hoje.
· 
As pessoas vêm para a casa do pão, e mais uma vez para descobrir que havia muito do homem e pouco de Deus.
· Se não há pão em casa, então quem poderia culpar os famintos por não irem lá.

Tendo que ir para Moabe.· Quando Belém, a casa do pão, está vazia, as pessoas são forçadas a buscar em outros lugares. Como Noemi foi descobrir, Moabe é um lugar cruel. Moabe roubará seus filhos de você. No final, tudo o que Noemi tinha era suas duas noras.
· 
Nos dias de José, todas as terras (o Egito e Canaã) estavam na fome. O Egito só tinha mais a oferecer do que Canaã, porque eles se prepararam. Israel foi para o Egito, porque eles eram os únicos que podiam satisfazer as suas necessidades na hora da fome; fazendo isso, eles deixaram a terra prometida e caminharam em mais 200 anos de escravidão.
· 
Nosso grito constante de pão quente respaldado somente por migalhas obsoletas em um tapete desgastado da tradição do homem deixarão inúmeras gerações famintas, desabrigadas e sem lugar para ir, exceto Moabe.
· 
Estou cansado de ter apenas migalhas.
· O que aconteceu com o pão? O sinal ainda está para cima. Continuamos a levar as pessoas em nossas igrejas e mostrar-lhes os fornos onde costumávamos assar o pão. Os fornos ainda estão no lugar e tudo está lá, mas tudo o que você pode encontrar é migalhas da visitação do ano passado, e da última grande onda de avivamento.

Jesus, O Pão da Vida.

· João 6:30-35 “Então, lhe disseram eles: Que sinal fazes para que o vejamos e creiamos em ti? Quais são os teus feitos? Nossos pais comeram o maná no deserto, como está escrito: Deu-lhes a comer pão do céu. Replicou-lhes Jesus: Em verdade, em verdade vos digo: não foi Moisés quem vos deu o pão do céu; o verdadeiro pão do céu é meu Pai quem vos dá. Porque o pão de Deus é o que desce do céu e dá vida ao mundo. Então, lhe disseram: Senhor, dá-nos sempre desse pão. Declarou-lhes, pois, Jesus: Eu sou o pão da vida; o que vem a mim jamais terá fome; e o que crê em mim jamais terá sede”
· João 6:48-51 “Eu sou o pão da vida. Vossos pais comeram o maná no deserto e morreram. Este é o pão que desce do céu, para que todo o que dele comer não pereça. Eu sou o pão vivo que desceu do céu; se alguém dele comer, viverá eternamente; e o pão que eu darei pela vida do mundo é a minha carne”

Em Belém, cerca de 2011 anos atrás, Jesus nasceu. O Pão da Vida chegou à Casa do Pão.
· Leia o rótulo sobre o último pão que você comprou. Mais do que provavelmente você vai descobrir que foi vitaminado, enriquecido, e pulverizado. O pão não é a coisa simples que era. Mas como você pode melhorar o pão da vida? Mais do que isso, Ele é único. Você pode fazer o pão físico de trigo, centeio, arroz, cevada, milho, inclusive batata. O pão para a alma pode vir de uma única fonte. Jesus disse: "Eu sou o pão da vida" (João 6:48).
· O pão da vida nunca se torna obsoleto.


II. Onde não há pão, a fome vai estar lá.
· Noemi ouviu um rumor que o pão estava de volta a Casa do Pão.
· Não, não é falso! É difícil de acreditar, mas desta vez não é exagero ou manipulação. Não, não é apenas um fio, não são apenas migalhas no tapete. Realmente o pão está de volta a Casa do Pão! Deus está na igreja.
· 
Noemi e Rute correram de volta para a casa do pão.
· Duas coisas acontecem quando o pão da presença de Deus é restaurado na igreja. Noemi era a pródiga que deixou a casa do pão, quando a mesa ficou vazia. Uma vez que, ela ouviu que Deus havia restaurado o pão a Belém, a casa do pão, ela rapidamente retornou. Os filhos pródigos virão caminhando de Moabe de volta para Belém, uma vez que souberem que há pão em casa, e eles não virão sozinhos. Aqueles que nunca foram salvos virão com eles.

III. Tem pão na casa. Não mais migalhas.
· Abraão foi capaz de recusar a oferta do rei de Salém, porque Mefibosete tinha lhe dado pão e vinho.
· Você será capaz de recusar Moabe, porque há pão na Casa do Pão.
· Lucas 4:4 “Mas Jesus lhe respondeu: Está escrito: Não só de pão viverá o homem”
· Mefibosete era aleijado e foi comer migalhas em comparação ao que ele poderia ter tido. Davi, o rei o adotou como filho e lhe disse que era para comer sempre à mesa do rei.
· Por muito tempo, temos nos contentado com as migalhas no carpete em vez de ter a abundância de pão quente que Deus preparou para nós nos fornos dos Céus! Ele preparou uma grande mesa de Sua presença neste dia, e Ele está chamando a igreja, "Vem cear".
· Há aqueles que não se contentam mais com migalhas. Um pão inteiro. Nós queremos.
· Se estivéssemos fisicamente famintos, agiríamos de forma diferente.
· Distribuir pão.
· Ele não é Deus de migalhas e necessidade. Ele está esperando apenas para dispensar pães sem fim a sua vida dando lhe a sua presença, mas o nosso problema foi descrito por Tiago, "Vós não tendes, porque não pedis" Porém Davi canta através do túnel do tempo que "uma vez eu era jovem, mas sou agora velho, mas eu nunca vi o justo abandonado, nem sua descendência a mendigar o pão".
· O que realmente precisamos é Dele. E o caminho para chegar a Ele é ter fome.
· Mateus 6:11 “o pão nosso de cada dia dá-nos hoje;”
· Mateus 7:9 “Ou qual dentre vós é o homem que, se porventura o filho lhe pedir pão, lhe dará pedra?”.
Conclusão: Espere o inesperado. Pão em casa, festa em vez de fome!