quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

O Servo que não serve, não serve!


Certa vez li um livro chamado “O Último Degrau da Liderança” e ao caminhar pelas páginas deste livro me deparei com esta frase : “O servo que não serve, não serve!”, no começo pensei que eram apenas um jogo de palavras mas não eram bem assim. Estava diante de mim uma exortação, um exemplo e uma expressão de Deus quanto a sua vontade para a minha vida e para todos aqueles que se submetem ao seu senhorio, ou seja, SERVIR.
Serviço está implícito na criação, na atuação dos patriarcas, profetas, na vida de grandes líderes e reis da história bíblica, no ministério de Jesus e conseqüentemente no chamamento dos discípulos, e isto não se faz diferente nestes dias e na igreja de hoje. Toda igreja foi comissionada para o serviço no Reino, e servos são convocados todos os dias para o trabalho, porém, existem servos que não cumprem bem o seu trabalho, são inúteis, mesquinhos, preguiçosos, vivem na linha da mediocridade, conformados com o que tem feito e recebido, sabendo que podem ir muito mais além. Estes, não podem com este tipo de coração servir para o Senhor da obra, pois não SERVEM.A palavra de Deus faz menção a um dia em que o Senhor separará os servos que servem e os que não servem, e será neste momento que a Igreja de Jesus, a sua noiva, será revelada e identificada de forma singular. Ele dirá: “vocês foram servos que serviram portanto Vinde benditos de meu Pai, possui por herança o Reino que vos está preparado desde a fundação do mundo. Porque tive fome e deste-me de comer, tive sede e deste-me de beber, era forasteiro e hospedaste-me... (Mt.25.34-35).Como servo de Deus anseio em ouvir estas palavras que determinará a minha eternidade, (A SUA TAMBÉM!) mas sei que para isto devo vestir o comissionamento de Jesus (IDE), trabalhar na seara de poucos trabalhadores e ser servo bom e fiel... Jesus é a minha inspiração quanto ao serviço, pois o mesmo disse que não veio para ser servido mas para servir, e dá a sua vida em resgate a muitos. Ele desceu o último degrau da liderança e do serviço quando lavou os pés de seus discípulos, inclusive o que lhe trairia. Os quais quando esperavam um Rei com toda majestade, aparece diante deles um servo com bacia e toalha nas mãos, simbolizando assim o que ele esperava de nós como seus seguidores. Servos que servem, é o que o Senhor deseja de nós. Chega de sermos cristãos que querem apenas receber as bençãos do Evangelho sem ao menos se comprometer com o Senhor do Evangelho e, se comprometer com este Senhor implica em pegar a toalha, a bacia e servir...pois para ele “o servo que não serve, não serve!”.