sábado, 8 de agosto de 2009

Os 7 Mergulhos de Naamã.


Texto base: 2 Reis 5.1,9-14.


Naamã era chefe do exército do rei da Síria, era um grande homem diante do seu senhor e de muito respeito; porque por ele o Senhor dera livramento aos siros; e era este varão homem valoroso. Estes são alguns dos atributos que a bíblia diz do General Naamã.
Ele era conhecido pelo seu povo e por todos que ouviam falar da sua fama como um grande estrategista militar, como um grande guerreiro, um grande homem, a quem até o rei o adimirava pela coragem, determinação e suas conquistas.
Mas a bíblia continua dizendo que Naamã era um grande homem, de respeito, valoroso, porém leproso.

A lepra é uma doença caracterizada pela brancura, inchasos e tumores que desfiguram a pele. No antigo testamento os leprosos eram obrigados a morar longe das pessoas, e quando se aproximassem delas, deveria gritar: Imundo, imundo !!! Para alertar a respeito da sua anomalia física.
As pessoas que contraisem a lepra era consideradas imundas, amaudiçoadas, e por consequência viviam solitários e a margem da sociedade da época.
Naamã vivia dois extremos na sua vida, um era o seu aspecto exterior no convivio da sociedade (um grande general) e o outro era o aspecto no interior da sua casa ( um leproso).
E Naamã viveu por algum tempo este dilema, até que um dia a menina de Israel que trabalhava na sua casa lhe falou sobre o profeta Eliseu e da possibilidade de se tornar limpo da lepra.
Naamã mais do que depressa toma todas as atitudes necessárias para ir até o profeta Elizeu. Chegando lá o profeta nem o recebe, apenas manda recado para que ele se lave 7 vezes no rio Jordão.

1- Mergulho da Humildade: Pelo fato de ser da alta patente no exército Naamã se achava grande, pelas sua grandes conquistas ele se ensoberbeceu.
Quando chegou até Elizeu pessou que iria ser recebido como um grande General cheio de recomendaçõe, quando na realidade o profeta nem o recebe, apenas manda um recado, vai se lavar no Jordão.
A palavra Jordão significa, aquele que desce, em outras palavras Elias estava dizendo a Naamã, você esta muito soberbo vai se humilhar primeiro!!!
Para entar no jordão e tomar banho é necessario tirar a farda, tirar as medalhas, tirar a capa e expor a lepra.
Dessa mesma maneira muitas das vezes é necessário nos despirmos do nosso rótulo, deixar de lado os nossos títulos e condecorações e chegarmos diante de Deus com humildade e sem estampa, apenas como somos de verdede.

2- Mergulho da Obediência: Naamã pensou que iria ser curado de uma forma, mas Deus quis curá-lo de outra. Por isso ele precisava obedecer a voz do profeta e continuar a se lavar no rio.
Quantas das vezes nós queremos receber algo de Deus, mas do nosso jeito, meu amado irmão Deus age do jeito que Ele quer, quando Ele quer e como Ele quer.
Precisamos aceitar a maneira de Deus agir e obedecer, do contrario não conseguiremos alcansar a vitória.
3- Mergulho da Contribuição: Naamã precisava contribuir com o seu milagre, ele estava debaixo de uma palavra agora ele precesava contribuir.
Existem muitos crentes hoje que não contribuem para o seu milagre. Ficam esperando tudo, fica esperando cair do céu, vê o mar fica esperando o mar se abrir, vê uma muralha fica esperando a muralha cair, vê um gigante fica esperando o gigante cair, e le fica esperando, esperando ,esperando... Jesus vai voltar e ele fica esperando...
Você precisa se levanter e ir a luta, contribuir com o seu milagre!!!
Existem pessoas que gostam de explorar a fé dos outros, e dizem Pastor ora pra mim! Mas não lê bíblia, não faz um jejum, não consagra a vida, não ora, não dá nenhum glória a Deus !!! E quer receber, o salmista certa vez disse: Uma coisa pedi ao Senhor, e a buscarei!!! tem que contribuir, tem que buscar se não não alcança.

4- Mergulho da Perseverança: Naamã já havia dado três mergulhos e nada havia acontecido, agora ele precisava perceverar e continuar a mergulhar como o profeta havia dito.
Quantos de nós comçamos algo e não terminamos:
Começamos uma campanha e não terminamos, começamos um curso e não terminamos, começamos um projeto e terminamos, começamos um namoro e não vamos até o fim, acabamos deixando tudo pela metade e não concluímos nada.
A bíblia diz em Salmos 126.6- Aquele que segue andando e chorando concerteza trará consigo os seus molhos.
Temos que seguir até o fim para conquistarmos porque a bíblia diz em Eclesiastes 7.8-Melhor é o fim das coisas do que o princípio delas.

5- Mergulho da fé: Agora ele já havia dado 4 mergulhos, e nada ainda havia acontecido, a lepra ainda estava lá, os seus soldados estavam todos olhando Naamã despido se lavando no rio e nada ainda havia acontecido. É neste momento que aqueles que estão ao seu redor começam a dizer que você está perdendo temo na igreja, que nada vai acontecer, e que você não vai conseguir. Mas é neste momento também que você precisa ter fé e acreditar no seu milagre.

Em hebreu 11.13- A bíblia diz que os pais da fé eles viam as promessas de longe creram e abraçaram as promessas. Nestes momentos de indecisão nós precisamos ter fé e abraçar a nossa promessa.


6-Mergulho do Entusiasmo: A palavra entusiasmo no original quer dizer ''Deus dentro do homem", é a força que se precisa ter na reta final da sua trajetória ao milagre.


7- Mergulho da Vitória: Esse é o mergulho da conquista, da realização, esse é o mergulho que quando você levanta está totalmente curado e todos estão ao seu redor espantados com o milagre de Deus na sua vida, e então eles tem que declarar que só o Senhor é Deus!

Meu querido tenha humildade, obediência, contribua,busque, tenha perseverança, fé, entusiasmo e alcance a sua vitória em o nome de Jesus!

Que Deus lhe abençõe!

Salvação




O tema central do evangelho de Cristo é a Salvação. A salvação é uma figura de linguagem de ampla aplicação que expressa a idéia de resgate da perdição e da miséria para um estado da segurança. O evangellho proclama que o mesmo Deus, que salvou Israel de Egito, Jonas da barriga do peixe, o salmista da morte, e os soldados de naufragar (Exodos 15:2; Jonas 2:9; Salmos 116:6; Atos 27:31), é o Deus que salva do pecado e das consequências do pecado para todo aquele que confiar em Cristo. Assim como estes livramentos foram feitos exclusivamente por Deus, e não são exemplos de pessoas salvando-se a si mesmas com a ajuda de Deus, assim é a salvação do pecado e da morte. “Pois pela graça de Deus vocês são salvos por meio da fé. Isso não vem de vocês, mas é um presente dado por Deus.” (Efésios 2:8). “A salvação vem de Deus, o SENHOR!” (Jonas 2:9).

Do que os crentes são salvos? São salvos da ira de Deus, do domínio do pecado, e do poder da morte (Romanos 1:18; 3:9; 5:21); de sua condição natural de ser dominado pelo mundo, pela carne, e pelo diabo (João 8:23-24; Romanos. 8:7-8; 1 João 5:19); dos medos que uma vida pecadora gera (Romanos 8:15; 2 Timóteo 1:7; Hebreus 2:14-15), e de muitos hábitos e vícios que fazem parte da vida (Efésios 4:17-24; 1 Ts. 4:3-8; Tito 2:11 –3:6).

Como os crentes são salvos destas coisas? Através de Cristo, e em Cristo. O Pai é tão interessado em exaltar o Filho como Ele é em resgatar o perdido (João 5:19-23; Filipenses. 2:9-11; Colossenses 1:15-18; Hebreus 1:4-14). É fato dizer que os eleitos foram escolhidos para Cristo, o Filho Amado, assim como Cristo foi escolhido para os eleitos amados (Mateus 3:17; 17:5; Colossenses 1:13; 3:12; 1 Pedro 1:20; 1 João 4:9-10).

Nossa salvação envolve primeiro, a morte de Cristo por nós, segundo, Cristo vivendo em nós (João 15:4; 17:26; Colossenses 1:27) e nós vivendo em Cristo, unidos com Ele em Sua morte e ressureição (Romanos 6:3-10; Colossenses 2:12, 20; 3:1). Esta união vital, que é sustentada pelo Espírito, do lado divino, e pela fé, do nosso lado, é formada através do nosso novo nascimento, e pressupõe uma aliança no sentido de nossa eleição eterna em Cristo (Efésios 1:4-6). Jesus foi designado antes da fundação do mundo para ser nosso representando carregando os nossos pecados sobre seus ombros (1 Pedro 1:18-20; cf. Mateus 1:21), e nós fomos escolhidos para ser efetivamente chamados, conforme a Sua imagem, e glorificado pelo poder do Espírito (Romanos 8:11, 29-30).

Os crentes são salvos do pecado e da morte, mas para que ele são salvos? Para viver eternamente o amor de Deus — Pai, Filho, e Espírito. A fonte de amor para com Deus vem da redenção do amor de Deus por nós, e a evidência deste amor para com Deus é amor ao próximo (1 João 4:19-21). A finalidade de Deus, agora e daqui por diante, é continuar expressando seu amor em Cristo conosco, e nosso objetivo deve ser continuar expressando nosso amor às três Pessoas de Deus, adorando-O e servindo-o em Cristo. Uma vida de amor e de adoração é a nossa esperança da glória, nossa salvação presente, e nossa felicidade para sempre. Este artigo foi extraído do Concise Theology: A Guide to Historic Christian Beliefs by J. I. Packer.

Salvação

Criação X Evolução