Obede-Edom um homem que soube valorizar a presença de Deus


Texto base: 2SM6.1-11  Data: 970 a.C

Para falar de Obede-Edom eu preciso falar de Davi, o homem segundo o coração de Deus, que no hebraico seu nome significa ( o amado ), a principio foi coroado rei na cidade de Hebron em Judá, posteriormente todas as outras tribos de Israel se submetem ao seu reinado, Davi foi o primeiro monarca a reinar sobre todas as tribos de Israel e o maior de todos eles. Davi foi um homem de muitas habilidades, era adorador, poeta, guerreiro, profeta, político e rei.

O grande êxito no reinado de Davi se deve a sua postura quanto a presença de Deus, uma das suas primeiras atitudes como rei de Israel foi trazer de volta a Arca que já estava esquecida a mais de 20 anos na casa Abinadabe e seus filhos Uzá e Aiô, porém ao transporta-la de maneira errada sobre o carro de bois, quando na realidade a legislação mosaica é bem claro quando diz que a Arca deveria ser carregada pelos Levitas sobre os seus ombros, e como se isso não basta-se Uzá toca com as mãos para segurar a Arca e ele é morto no mesmo instante pela irreverência.

Quando o Senhor manda que Moisés construa a Arca, Ele diz que a sua PRESENÇA iria com o povo. Então a Arca do Senhor representava a presença do Senhor no meio do povo. A palavra SHEKINAH é hebraica que significa PRESENÇA, então a SHEKINAH não é a GLÓRIA DO SENHOR, pois a palavra hebraica para ela é KAVOD.

E neste momento uma coisa inusitada acontece, um Rei batendo na porta do servo sem ser anunciado para lhe pedir um favor, sim !! quando Deus quer agir é assim que ele faz, o Rei Davi que estava vindo com sua comitiva “preparada” para levar a Arca da Aliança para Jerusalém no meio do caminho a Arca quase cai no chão e Uzá o filho de Abinadabe tenta segura-la e é morto no mesmo instante, o rei Davi cheio de temor no coração e sem saber o que fazer no momento, desiste de levar a Arca e olhando para o lado este vê a casa de tapera humilde a beira da estrada e resolve ir ate lá chamando ao morador observa a uma mulher raquítica, sofrida saindo ao seu encontro , reconhecendo está ao Rei chama ao seu marido Obede-Edom que o recebe e o rei explica que deixara ali a Arca do Senhor por um período e depois voltaria para busca-la.

 -Como trarei a mim a Arca do Senhor, isto é Como trarei a mim a Presença de Deus?

           Dentro da Arca havia 3 objetos com um forte significado profético:

         AS TÁBUAS DA LEI = Que foram escritas com o dedo de Deus.

               Representam a PALAVRA DE DEUS PAI

         UM  POTE COM UMA PORÇÃO DO MANÁ = O pão que caiu do céu para alimentar o povo no deserto. Representa JESUS, o FILHO DE DEUS,  o “Pão Vivo” que veio do céu para saciar a alma do homem.

         A VARA DE ARÃO = Que floresceu de forma sobrenatural trazendo a direção de Deus ( A Revelação) sobre o sacerdócio. Representa a direção e a manifestação do ESPÍRITO SANTO.

Um símbolo perfeito da Presença de Deus em sua totalidade.

A Trajetória da Arca:

- Após a derrota dos filhos de Eli, a Arca fica 7 meses na terra dos Filisteus (I Sm.6:17)= Passa por 5 cidades trazendo enfermidades, pois trataram a Arca como um troféu de guerra.

- Bete-Semes (I Sm.6:17)= Curiosos morrem por olhar dentro da Arca. A curiosidade descartou o temor. Algo que também tem ocorrido em nossos dias.

- Casa de Abinadabe = A  Arca ficou ali 20 anos e nada aconteceu (I Sm.7:1-2). Quantos nesta hora tem feito o mesmo. Desprezam ao Senhor, não dão mais valor à Palavra, à oração, ao culto,deixaram as coisas do Senhor  virar uma rotina ou apenas um encontro social nos finais de semana, por isso, nada de novo acontece!

- Casa de Obede-Edom (I Cr.13:14) = Ficou lá apenas 3 meses e o Senhor o abençoou em tudo.

 Queridos a diferença de a Arca ficar na casa de Abinadabe e na casa de Obede-Edom foi o posicionamento de Obede pois assim que a Arca adentrou sua casa está recebeu lugar de honra em sua humilde residência.

 

                Quando a Arca, que é a presença de Deus, chega à casa de Abinadabe, com o passar do tempo ele e seus filhos se acostumam com a presença de Deus, e quando isso acontece, passam a não dar mais o devido valor naquilo que é valioso.

 Mas quando a Arca chaga na casa de Obede-Edom, ele procura dar o devido valor, a colocando em local de destaque. Ele amou, valorizou e honrou  a presença de Deus em sua casa.

                Penso que quando Obede-Edom se levantava, se é que conseguia dormir, a primeira coisa que fazia era ir ver a Arca em sua sala e se curvava para se aproximar, e sua esposa fazia o mesmo. Também quando ele chegava de seus trabalhos ele logo ia orar ao Deus de Israel diante da Arca, e sempre que passava pela sua sala lá estava ela, a presença de Deus bem no meio de sua sala. Havia uma grande reverência para com a Shekinah do Senhor na casa de Obede-Edom.

                Certo dia, quando Obede-Edom estava na roça, ele ouve um sons como de muitos cavalos, e na porta da cozinha um grito chamando por ele, era a sua esposa. Obede-Edom vem correndo largando tudo para traz e ao chegar era o rei Davi que quase não acredita no que vê, era tanta prosperidade, e ainda tinha filhos correndo pela casa.

                Davi olha para Obede-Edom e diz ter ficado sabendo que Deus tinha abençoado tudo quanto ele tinha, e Obede-Edom diz ser verdade, e o rei Davi completa dizendo que iria levar a Arca do Senhor, e Obede-Edom naquele momento diz algo ao rei com todo coragem, preste bem atenção:

__ Rei meu! A Arca do Senhor vai contigo, mas eu irei junto da Arca.

                Obede-Edom tomou uma decisão e com certeza sua esposa concordou. Eles iriam deixar tudo para estarem perto da SHEKINAH DO SENHOR. Obede-Edom quer estar sempre perto da SHEKINAH DO SENHOR. Outrora, um escravo edomita, pobre inimigo de Israel, descendente de Esaú, que negou a benção, e natural da cidade de Gate, de onde veio o inimigo de Israel o gigante( golias ) , mas agora um rico fazendeiro próspero e abençoado que deixava tudo para traz para andar junto da SHEKINAH DO SENHOR. Veja a vida de Obede-Edom.

O que importa para Deus é um coração sedento da sua Presença.
 Em I Crônicas 15: 17-19, vemos que Obede-Edom se tornou um porteiro e levita no santuário

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Isaque e a arte de cavar poços no deserto

Porque Deus permite o Diabo tocar nos seus !

Os 7 Mergulhos de Naamã.