Monte Sinai, oficina de Deus.



O objetivo dessa ministração é trazer entendimento sobre o processo que se desenvolve entre a promessa feita e a conquista dela.
Deus não pode nos promover a um nível de incapacidade
Sim, com raras exceções, quando recebemos uma promessa geralmente estamos longe da estrutura adequada para herdá-la.
Não há duvida que dependendo da envergadura da promessa, precisamos percorrer um grande caminho. Foi assim com José, Davi, e muitos que receberam promessas.
Podemos afirmar que tudo depende da determinação de cada um em prosseguir ao alvo, e isso, pelo caminho que Deus estabelecer para cada um de nós.O Apóstolo Paulo diz: ...”E não nos cansemos de fazer o bem, porque a seu tempo ceifaremos, se não desfalecermos”. Gálatas 6:9
A dura tarefa de reprogramação da mentalidade escrava
Quero começar com uma pergunta: ...de onde você saiu?Sim, ninguém nasce com o espírito excelente, medíocre ou miserável. Eu não creio que a excelência é acidental.
Na verdade cada um de nós foi condicionado a ter o comportamento que temos. Alguns por exemplos que teve durante a vida, outros, por circunstâncias,outros por influencias ou tudo junto.
Seja como for, Deus é poderoso para fazer de cada um de nos um vaso novo, segundo o seu querer.
Agora, você há de convir que: “é mais fácil construir um menino do que consertar um homem feito”.Creio que pensando nisso, Jesus declarou: “Em verdade vos digo que qualquer que não receber o Reino de Deus como uma criança não entrará nele” Lucas 18:17 .
Vamos tomar o exemplo de Moisés e o povo de Israel
Para quem pensa que “o grande trabalho de Moisés” era retirar aquele grande povo da escravidão, do poder de Faraó, está muito enganado. Com certeza a maior tarefa era transacionar a mente condicionada de um povo escravo, em uma mente livre e submissa. “isso é quase um paradoxo”.
Talvez esse seja o exemplo mais claro para os pastores que lutam em seu ministério.Você, pastor ou líder ganhou almas para Jesus?... Parabéns! Mas, o trabalho está só começando. Na verdade, o tempo de deserto ao qual Moisés foi submetido não foi para lhe capacitar à voltar ao Egito, Não! Foi para construir um homem capaz de guiar e trabalhar um povo no deserto, “alias, diga-se de passagem, o mesmo lugar onde teve seu encontro com Deus”.
Vamos cavar um pouco mais!
Moisés um homem construído desde seu nascimento
Moisés viveu 120 anos, vamos fazer as contas
40 anos no Egito, aprendendo os protocolos da Nobreza
40 anos no deserto perdendo a arrogância adquirida e aprendendo como sobreviver em terreno hostil.
40 anos executando a tarefa, crescendo no exercício do ministério.
É isso mesmo, Deus é um Deus de propósito, ele preparou Moisés desde o começo para executar essa grande obra.
Deus está preparando você, trabalhando em sua estrutura, te animando com promessas.
E quando o vaso resiste?
Sabe o que atrasa a obra?Material difícil de trabalhar.
Sim, gente que pensa está pronta, e corre para fazer as coisas de seu modo.Até mesmo Moisés quis fazer as coisas do seu jeito, creio que ele tinha a promessa em seu coração, mas como muitos de nos, não suportava esperar a “demora de Deus”
É assim que você é?Cansa-se de esperar e manda vê?
Na vida de Moisés tudo parecia estar acabado, pastor de ovelhas, morador do deserto, longe de tudo e de todos, mas, em meio a esse isolamento, Deus estava construindo características fundamentais para a missão, ”Paciência e Mansidão”.O problema das conquistas sem base para sustentar
Muitos obreiros ganham dezenas de perdidos para o Senhor, mas quando os perdidos tomam consciência do caráter de alguns obreiros, fogem deles.Esses obreiros são guerreiros, Deus os ama; oram, evangelizam, mas não entendem nada sobre paternidade.
Tivemos uma grande prova em nossa igreja, alguns eram exímios evangelistas, mas não conseguiam fazer discípulos de verdade, outros eram excelentes discipuladores, mas não tinham a habilidade para ganhar o perdido.
Graças a Deus pela unidade do corpo, Deus nos fez ver que podemos crescer usando o que cada um tem de melhor.
Lugares de confrontos- Tratamento espiritual em territórios físicos
Hoje gostaria de destacar algumas coisas que aconteceram naquele lugar de encontro com Deus.

Certa vez li que a vida tem dois instrutores: ”um se chama Sabedoria, outro conseqüência”, Deus sempre nos convida à restauração pelo novo entendimento, mas, não são poucas as vezes que precisa usar a dor das conseqüências.
Muitos homens e mulheres na bíblia tiveram um encontro especial com Deus. Nesses encontros podemos ver nitidamente que Deus sempre escolheu lugares físicos para servir de memorial para mudanças espirituais e históricas.
Deus escolheu Moriá para marcar e deixar registrada a fidelidade de Abraão;
Deus escolheu Peniel para trabalhar o caráter de Jacó;
Deus escolheu o Egito para formar o caráter de José;
Deus escolheu o Carmelo para uma decisão nacional;

Um desses lugares “favoritos” de Deus e o Monte Sinai, lá Deus tratou Moisés, lá Deus doutrinou Israel, lá Deus renovou Elias
Um dos versículos que marcou o Sinai como ponto de encontro foi Êxodo 3:12 .
Verso 12: E Deus disse: Certamente eu serei contigo; e isto te será por sinal de que eu te enviei: quando houveres tirado este povo do Egito, servireis a Deus neste monte.
Sim, Deus Escolheu o monte Sinai como o lugar físico para uma reforma espiritual, mental e “almática” no povo de Israel.
O Monte Sinai seria a oficina de Deus para construir de uma matéria prima difícil, uma nação livre e submissa.
Veja algumas lições importantes do Sinai:
Lugar de transição de valores, dos milagres para os princípios.

Sim, até chegar ao Sinai Deus guiou seu povo por milagres, mas ao chegar no Sinai, Deus iniciou o processo para que andassem por princípios. ( A Lei ).Nós, muitas vezes precisamos de milagres, mas não podemos depender deles para sermos fiéis. Os princípios de Deus precisam ser valores inegociáveis para o governo da nossa vida, ministério e igreja
O lugar onde Deus testa nossa fidelidade.
Moisés apaixonado por Deus se recusava ir adiante, sem a presença Dele;
O povo ao contrário, desde que chegassem onde queriam, seu deus poderia ser qualquer um, até um bezerro.
O lugar onde recebemos a estratégia de Deus.
Foi no monte de Deus que Jetro sogro de Moisés, veio encontrá-lo e ensinar uma nova estratégia para cuidar do rebanho.
O lugar onde nosso compromisso com a casa de Deus é testada.
Foi no Sinai onde Moisés recusou a Deus para destruir o povo e fazer dele uma nova Nação.Essa fidelidade de Moisés ficou registrada e n mesmo Sinai Deus declara a Arão e Miriã, que Moisés era fiel a toda sua casa.
Conclusão
Você jamais estará pronto até amar aquilo que Deus ama!A igreja não é um trampolim para fama, riquezas, poder ou qualquer outro deseja da carne, a igreja é a casa de Deus, e nos estamos no processo de libertação e aperfeiçoamento.
Shalon!!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Isaque e a arte de cavar poços no deserto

Porque Deus permite o Diabo tocar nos seus !

Os 7 Mergulhos de Naamã.