AS SETE IGREJAS DO APOCALIPSE


Texto base: Ao anjo da igreja em Filadélfia escreve:
Estas coisas diz o santo, o verdadeiro, aquele que tem a chave de Davi, que abre, e ninguém fechará, e que fecha, e ninguém abrirá: Conheço as tuas obras – eis que tenho posto diante de ti uma porta aberta, a qual ninguém pode fechar – que tens pouca força, entretanto, guardaste a minha palavra e não negaste o meu nome. Eis farei que alguns dos que são da sinagoga de Satanás, desses que a si mesmos se declaram judeus e não são, mas mentem, eis que os farei vir e prostrar-se aos teus pés e conhecer que eu te amei. Porque guardaste a palavra da minha perseverança, também eu te guardarei da hora da provação que há de vir sobre o mundo inteiro, para experimentar os que habitam sobre a terra.Venho sem demora. Conserva o que tens, para que ninguém tome a tua coroa. Ao vencedor, fá-lo-ei coluna no santuário do meu Deus, e daí jamais sairá; gravarei também sobre ele o nome do meu Deus, o nome da cidade do meu Deus, a nova Jerusalém que desce do céu, vinda da parte do meu Deus, e o meu novo nome. Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas.
Ap 3.7-13.



Primeira carta: Igreja de Éfeso
- a igreja que deixou o primeiro amor;
- ela precisava lembrar aonde havia caído e se arrepender;
- ela precisava voltar às primeiras obras.

Segunda carta: Igreja de Esmirna (igreja perseguida)
- é a igreja que tem obras;
- é a igreja que passa por tribulação;
- é exortada a permanecer fiel até a morte, ganhando assim, a coroa da vida.

Terceira carta: Igreja de Pérgamo (igreja mundana)
- é a igreja que habita aonde está o trono de Satanás;
- é a igreja herética, das portas largas;
- é a igreja que o Senhor diz que brevemente virá contra ela e batalhará com a espada da sua boca.


Quarta carta: Igreja de Tiatira (igreja de falsas doutrinas)
- é a igreja mundana que Deus deu tempo para se arrepender, mas não se arrependeu.
- é a igreja adúltera, que se prostitui

Quinta carta: Igreja de Sardes (igreja morta)
- é a igreja que tem nome de que vives, mas está morta;
- é a igreja que não retém a palavra.

Sexta carta: Igreja de Filadélfia (igreja fiel)
- é a igreja do arrebatamento;
- é a igreja do amor fraternal;
- é a igreja que tendo pouca força, guardou a palavra;
- é a igreja que Deus trará seus inimigos diante dela prostrados, para que saibam que Deus a ama!

Sétima carta: Igreja de Laodicéia (igreja insensível e apóstata)
- é a igreja oscilante: nem fria, nem quente;
- é a igreja que vai ficar (será vomitada por Deus);
- é a igreja que se diz rica e que não tem falta de nada;
- é a igreja que é desgraçada, miserável, pobre, cega e nu;
- que precisa comprar de Deus ouro provado no fogo;
- é a igreja que precisa se arrepender em quanto é tempo.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Isaque e a arte de cavar poços no deserto

Porque Deus permite o Diabo tocar nos seus !

Os 7 Mergulhos de Naamã.