Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2012

As 10 lições que o filme “Os Vingadores” podem ensinar á igreja

Imagem
Aproveitando o sucesso do filme “Os Vingadores”, o pastor Greg Stier, que trabalha com jovens e lidera o ministério de evangelismo “Ouse compartilhar”, escreveu um breve estudo para o The Christian Post com objetivo de causar reflexão sobre como o trabalho em conjunto pode levar a igreja a vencer sempre.

Nesse artigo ele passa dez lições tiradas do filme conseguindo encontrar ligações bíblicas para que os cristãos entendam a mensagem pensando em batalha espiritual. Por exemplo, o escudo do Capitão América (interpretado pelo ator Chris Evans) pode ser interpretado como escudo da fé descrito no livro de Efésios.
Mas não são apenas as armas desses super-herois que podemos ligar as mensangens da Bíblia, todos eles são chamados para a missão de salvar as pessoas. Stier então cita o versículo 27 de Filipenses 1 que diz para combatermos juntos com o mesmo ânimo pela fé do evangelho.
Com um orçamento estimado em US$ 300 milhões, o filme promoveu o encontro dos hérois dos quadrinhos Thor, Hom…

O Deus trabalhador

Imagem
Alan Brizotti
Em João 5. 17 Jesus disse: “meu Pai trabalha até agora”. Jesus abriu um ângulo profundo da natureza do Pai: o Deus trabalhador. O Deus que não vive numa ociosidade celeste, num eterno feriado, num marasmo divinizado. O Deus que se recusa a ser uma espécie de marajá da glória.
A grande questão é: por que Deus trabalha? O homem trabalha por infinitos motivos, sendo que os principais são: necessidade, independência financeira, subsistência, alguns por prazer. Deus trabalha porque se deleita em criar – sua primeira “profissão” na Bíblia é jardineiro – a arte da diversidade: das cores, aromas, formas e percepções.
Deus trabalha por amor. Confúcio dizia: “escolha um trabalho que você ame e não trabalhará um único dia em sua vida”. Deus trabalha sem a neurose do lucro nem o limite do cansaço. Ele trabalha em abertura e entrega total de si mesmo.
É inútil o trabalho sem alma. O exemplo do Deus trabalhador precisa ser encarado como um padrão para a nossa conduta diária. Deus não …

Isaque e a arte de cavar poços no deserto

Imagem
Isaque é um maravilhoso exemplo de persistência e determinação. Sua vida nos encoraja. O segundo patriarca da fé, que nasceu resultado de uma promessa. Que silenciou a caminho de Moriá quando seria sacrificado. Plantou (semeou), colheu no deserto e prosperou, como nenhum homem da sua época.
Seguindo a orientação divina, tornou-se um exemplo, mas não sem lutas, não sem crise, não sem deserto!
Querido, a crise faz parte da nossa realidade. Crise na família, financeira, espiritual, moral, emocional... Os efeitos da crise estão estampados em cada esquina, nos rostos de milhares de pessoas que cruzamos diariamente. Porém, pior que a crise é a conformação com ela.
Muitos já não reagem diante das adversidades, estão anestesiados, com a esperança morta, com os sonhos entulhados nas covas das impossibilidades. O que distingue um vencedor daqueles que sucumbem vencidos nos desertos da vida não são as circunstâncias, e sim as atitudes com que cada um enfrenta a crise.
A crise pode ser a porta da e…