domingo, 30 de novembro de 2014

O Que Deus Promete, Ele Cumpre !!

Textos Bíblicos: Números 23.19; Hebreus 10.23
Introdução: A palavra “promessa” no dicionário Aurélio significa: Ato ou efeito de prometer, oferta, dádiva, compromisso, voto ou juramento.
A Bíblia está cheia de preciosas promessas feitas aos seus filhos. São mais de 30 mil registros.
Deus sempre cumpre a suas promessas. Deus nunca se retrata ou altera a suas promessas. A Bíblia diz em Salmos 89.34 “Não violarei o meu pacto, nem alterarei o que saiu dos meus lábios.”
Ele cumprirá cada promessa que fez. Isto significa que Ele efetuará tudo o que propôs.
Quatro Razões Porque Deus Cumpre as Suas Promessas:
1- A Veracidade de Deus.
“Deus não é homem para que minta…” (Nm 23.19a). Deus é perfeitamente fiel as suas promessas e aos seus mandamentos. (Sl 33.4). Sua integridade moral é sua característica pessoal permanente. (Sl 119.160). Tudo quanto Deus nos revelou é a mais absoluta verdade. Ele é absolutamente fidedigno e verdadeiro em tudo quanto diz e faz. Tudo quanto ele fez até agora, no que se refere ao cumprimento de suas promessas, é a garantia definitiva de que ele cumprirá tudo o que prometeu. As escrituras Sagradas dizem:
“… Deus não é homem para que minta…” (Nm 23.19).
“… Seja Deus verdadeiro, e mentiroso, todo homem…” (Rm 3.5).
“… e estamos no verdadeiro em seu Filho Jesus Cristo. Este é o verdadeiro Deus e a vida eterna.” (1Jo 5.20).
2- A Fidelidade de Deus.
Deus é fiel. Ele é absolutamente digno de confiança; as suas palavras não falharão. Ele é fiel na sua natureza e nas suas ações. O Senhor comprova a sua fidelidade ao cumprir as suas promessas.
A fidelidade é uma perfeição em Deus pela qual Ele é fiel à sua Palavra e a todos os Seus concertos. Ele nunca quebra um contrato consigo mesmo nem com Suas criaturas. O que Ele propôs, isto fará, e o que prometeu, isto executará. As Escrituras Sagradas dizem:
“Saberás, pois, que o Senhor, teu Deus é Deus, o Deus fiel, que guarda a aliança e a misericórdia até mil gerações aos que o amam e cumprem os seus mandamentos.” (Dt 7.9).
“… Deus é fiel, e não há nele injustiça.” (Dt 32.4).
“Eis que vou, hoje, pelo caminho de toda a terra; e vós bem sabeis, com todos os vossos corações e em vossas almas que nem uma só palavra de todas as boas coisas que falou de vós o Senhor, vosso Deus; nenhuma delas falhou, mas todas se cumpriram.” (Js 23.14).
“… nem uma só palavra caiu de todas as suas boas palavras que falou pelo ministério de Moisés, seu servo.” (1Rs 8.56).
“… a fidelidade do Senhor subsiste para sempre…” (Sl 117.2).
“Disse o Senhor a Jeremias: … eu velo sobre a minha palavra para a cumprir.” (Jr 1.12).
“Fiel é o Deus, pelo qual fostes chamados à comunhão de seu Filho Jesus Cristo, nosso Senhor.” (1Co 1.9).
“Fiel é o que vos chama, o qual também o fará.” (1Ts 5.24).
“Retenhamos firmes a confissão da nossa fé, porque fiel é o fez a promessa.” (Hb 10.23).
3- A Imutabilidade de Deus.
Deus é imutável, isto é, Ele é inalterável nos seus atributos, nas suas perfeições e nos seus propósitos para a raça humana.
Deus é imutável. Isso significa que ele não muda, não é instável, não é incerto, não é inconstante Ele é imutável em Seu Ser e Caráter.
Deus é imutável em suas promessas. “Deus não é homem, para que minta; nem filho do homem, para que se arrependa…” (Nm 23.19). Uma vez tendo prometido algo, Deus não será infiel a essa promessa. Deus nunca muda de idéia nem se arrepende do que faz.
A Sua imutabilidade, faz com que as suas promessas permaneçam firmes, trazendo assim a nós segurança e esperança. As Escrituras Sagradas dizem:
“E disse Deus a Moisés: Eu Sou o Que Sou…” (Êx 13.14).
“Eles perecerão, mas tu permaneces; todos eles envelhecerão como uma veste, como roupa os mudarás, e serão mudados. Tu porém, és sempre o mesmo, e os teus anos jamais terão fim.” (Sl 102.26,27).
“Porque eu, o Senhor, não mudo; por isso, vós, ó filhos de Jacó, não sois consumidos.” (Ml 3.6).
“… é o mesmo ontem, hoje, e eternamente.” (Hb 13.8).
“Toda a boa dádiva e todo dom perfeito vêm do alto, descendo do Pai das luzes, em quem não há mudança nem sombra de variação.” (Tg 1.17).
4- A Infalibilidade de Deus.
Deus é infinitamente onipotente, não tendo o mínimo de possibilidade de que Ele possa falhar, pois se tratando de Jeová sempre haverá a perfeição, além do que a carta do Apóstolo Paulo aos Romanos 9.6, diz que a Palavra de Deus não falha.
Infalibilidade é a característica de quem ou do que, nunca falha, nunca erra, de quem é perfeito, quem é auto-suficiente, enfim de quem é infalível.
Ele é infalível! Deus nunca falhou, não falha e jamais falhará! As promessas de Deus nunca falham. As promessas do Senhor são infalíveis. As Escrituras Sagradas dizem:
“Haveria alguma coisa difícil ao Senhor?…” (Gn 18.14).
“Ah! Senhor Deus, eis que tu fizeste os céus e a terra com o teu grande poder e com teu braço estendido; coisa alguma te é demasiadamente maravilhosa.” (Jr 32.17).
“Bem sei que tudo podes, e nenhum dos seus pensamentos pode ser impedidos.”(Jó 42.2).
“O Senhor nas é mais poderoso do que o bramido das grandes águas, do que as poderosas ondas do mar.” (Sl 93.4).
“No céu está o nosso Deus e tudo faz como lhe agrada.” (Sl 115.3).
“Ainda antes que houvesse dia, eu sou; e ninguém há que possa escapar das mãos; operando eu, quem impedirá?” (Is 43.13).
“… mas a Deus todo é possível.” (Mt 19.26).
“… porque para Deus todas as coisas são possíveis.” (Mc 19.27).
“Porque para Deus nada é impossível.” (Lc 1.37).
“Ora, àquele que é poderoso para fazer tudo muito mais abundantemente além daquilo que pedimos ou pensamos, segundo o poder que em nós opera.” (Ef 3.20).
Resumo: “Deus não é homem, para que minta; nem filho de homem, para que se arrependa. Porventura, diria ele e não o faria? Ou, tendo falaria e não o confirmaria?”